Skip to content

Mês: Fevereiro 2019

O que você deve ter em mente ao fazer um clareamento dental

Embora seja verdade que a dentadura “branco folio” que usam alguns famosos é natural (nós, os dentes não são dessa cor nunca!), também é verdade que todos gostaríamos de preservar o seu tom natural por mais tempo.


E é que, ainda que nos parecem mais atraentes os dentes brancos, não têm por que ser “melhores” do que os amarelos. Há dentes “coloridos” ou com manchas perfeitamente saudáveis.


“Uma dentição perfeita e o vestido é a nossa carta de apresentação em uma sociedade hedonista. Mas se chegam a demandar cores que não existem na natureza, como o ‘branco folio’. Chega a ser patológico”, alerta o Dr. Óscar Castro, estomatólogo e dentista, presidente do Conselho de Dentistas de Portugal.


Além disso, há que saber onde está “no limite” e quais são os perigos de tentar branquear o excesso de nossos dentes.


Whitemax Solução para Clareamento Dental Caseiro:


Diferente de tudo o que você já viu, WhiteMax te traz resultados em menos de 2 semanas o que torna este produto o mais consumido na América Latina para este fim.


Além de devolver o branco dos seus dentes, ele combate na prevenção do mau-hálito, evita as cáries e torna a sua boca mais limpa!


data:image/jpeg;base64,/9j/4AAQSkZJRgABAQAAAQABAAD/2wCEAAkGBxAQEhIQEBAQEg8QFg8QEhASEA8QEBcVFREWFhcXFRYYHSkgGBolGxUYIT0iJSkrLi8uGB8zODMsNygtOisBCgoKDg0OFxAQGC0eICA3NzctLS43LS0vLS8uLSs3Ly03LS0tKy0rLS8yNzcvNy4tNzctLS8rNystLS4rKy03Lf/AABEIAMgA+wMBIgACEQEDEQH/xAAcAAEAAAcBAAAAAAAAAAAAAAAAAQIDBAUGBwj/xABTEAABAwIDAwYFDggMBwAAAAABAAIDBBEFEiEGEzEHIkFRYZEUMlJxgSMzNUJUYnSSlKGxtNHTFRdVcpOzwdIkRVOCg6KjpLLD1OEWNGOEhZXC/8QAGQEBAQADAQAAAAAAAAAAAAAAAAECAwQF/8QALhEBAAICAAMECgIDAAAAAAAAAAECAxESIVEEEzFBBRRCUmGBkaHR8DLhYnGx/9oADAMBAAIRAxEAPwDhqIiAiIgIiICIiAiIgIiICIiAiIgIiICIiAiIgIiICIiAiIgIiICIiAiIgIiICK8hwqoeGllPM4OtlLYpHA34WsNVcs2Zr3GzaGsJGthTTk/4UGKRZ6n2MxN97UFULWvnhfHx6s9r+hV4tgMVde1FKLeUWM7sxF0GtIttZya4wRcUffPStPcX3UfxaYx7k/vFL94g1FFt34tMY9x/29L++n4s8Y9x/wB4pfvEGootufyaYwBc0Z6tJ6Vx7g9W0mwGLNNjQzHp5uRw72khBrSLOz7G4mw2NBVk2vzIJJB3tBCtZNna5t81FVjLfNenmFrcb83RBjEVWop3xnLIxzHccrmlpt12KpICIiAiIgIiICIiAiIgIiICIiAiIg2fYDY2bFqgxMO7hjAfPNa4a0mwAHS91jYdhPQvRuzex1Bh7Q2mgYHgAGdwD53dpedR5hYdixnJNgrKPDKewGepa2rkd1mVoc3uZkHoPWtxurAkMIKl8Gb1KpmTOqiiYG9SlMIVYlSG6opGMKUsHUqpupCoJcoULBTKBQSOKpOkU0it3IqpvEEiooFBSxWjjqGGOaNkrDrkka17e4ri3KHyeCla6qow7cN9dhJc50Y05zSdXM676jtF7dxAVvVwBzXNcA5rgWuaeBBFiD2EIPJ6LJ7S4Z4JVT0/FsT3NaTxLDqwntykLGKAiIgIiICIiAiIgIiICIiAiIg9cbF+x1B8Eovq7FmFh9i/Y6g+CUX1dizCAlkRAslkRBK4K3erlytnqwIKBUVAqooSKiVWkVG19BxUVKohXLKF3TYdnEqPgLutBSjUZ49FVFI8dSmMT+Bt3FNDzHyl+ydV+dH+qYtYXpjFeTjDqmV880JdLIQXOEszbkADgHWGgCt4+SrCBxpc3509V+x4TQ83ovSP4rcH9xj5RWfeKP4rcH9xj5RWfeJoebUXpL8V2D+4x8orPvFR/FVhHud36eo/eTQ85ovREvJThBOkMjexs8tvPqSrSbkfwtxuHVbBpzWTR5fPzmE/OpocCRdzfyMUFubU1YPWTC4d2QLUtpeSepgBfSyCpaLndlu7mt70XIf09IPUCg5yimewtJa4EOBIIIsQRxBHQVKgIiICIiDu+DYNtC+lpXU1dCyB1PSmJjn2LWGFmUH1A8BbpK33A6StZG0VUrZJR4zmuuD/AFR9CqbF+x1B8Eovq7FmEEsVh4wJ9P8Auq2aPyHd/wDuqaIDy3oa7v8A91bSsefFuPSrlEGj7UYTjkkjTQ1cUUQbZzXvsSb8fWnfSsH+Atp+nEab44/0y6m5Wz1Rz6rwbaIhu7r6cOHjEu4/2BVocC2n/KNN8cf6ZdLUCiNYwGixGMfwyeOV3W03/wDhq2nDoMozO1ceHYFbSLJhFTopETaJyqbkslldmkhKkJVXIpHNTYpFLISl0EpVF7lWcVbyFBSLlDMhUFFTBylkZdTBVWtQcd5ZNl2hoxCJoDgWsqAAACHGzZD23s09eZvUVyVemtuacOoawOFx4PUO9LInOb87QvMqgIiICIiD1xsX7HUHwSi+rsWYWH2L9jqD4JRfV2LMINX2zx2ammw2CnLc9ZVRxvDmh14QWiQDq9cab9iuodqaedkpo3iaSOUUrW5XBpldwN/bRgBzi4e1Y63QtR5QKR1Zi+G0bHOaRHLJI5hs5sUjyJCD7UlsJaD1uCm5IaMDw+rdzYfCJ2RaARhoIc9zey2VvUMmltUF5Q41OyuqxLUvkosJo2+FEho3tQ4b0vDQLA5Q8WHDKB0rGbP41ilZV01K+qdA6ajkrJt3HC4sEs73QgB7CLtY6Aajg53TqsZh+z8s7KSpfNVh+M1rp5aRspbTbgulnLpGAc/mMaBc2AdwWcw2Qx/hzGALA72lpG6atpmblpbbodI1jbdbUEeT+GsrY3Vs2J1RjbNM2Bt4mwyMj0D5WgC7c17tBA5vFYrY/FsRxGQvOMwxhkhDKbwakMk0bLOLxHcPawg24m2vUsxtI8YRgTaUPayd0LaVoLsp3kvr7hbXmh0h04aKXYOTCw6OOipZ3SiMNdXOo5GNdlYA4mV3iZrcBYElBav2wnhr5Y5ZM1KyaWMsyMu1mcgEEC5LdD22Kn2h2vlM5ZSyhsLLMzBsb87r6uBcDp0C3G1+lUsNwttTiGJQyAhrxU5XW8VwqWFrh2g94uOlU9o8FFJFRxgZnkzvleLkF53XD3o4DzX6Su6Ix8URrm8bJbP3dpieW/n4602/azEfBoHuabSOO7j6ecb6+gAnuWzhc62p3tZWCnhAIhDtXX3ebxnEnq8Vvnup5OV2gacphqr3t4tPb9YuW9Yiter0MOSb5cnSNRH326Eix+H4syZrXsa4BwBGa19euxKyMbHO4W7z9i1ulBFV8Gf73vP2Kk9rhxt3n7EBSPVGWsDeIPoWk4tyrUNPK+CSKpL4zlJaKfL6LyA/Mg3QotAh5XMPe4NEVVc+9pv2Sqaq5WKCN2V0VVcdTaf9sqqN7ereRaOzlcw9xAEVVc6eLTferaaHFWTsEjA4A+Vlv8xKKuioKQzDtVJ1U0dB+ZBchXESxLsVY3iHf1ftUg2khbxbJ3M/eQR24b/Aaz4NV/qHryyvR+1m0sMtHVxtZIHOp6sAkMt6w/qcvOCgIiICIiD1xsX7HUHwSi+rsWYWH2L9jqD4JRfV2LMIKe4Zn3mRm8tk3mVu8y3vlzcbX6FGOFjWhjWNawCwY1oawA9AaNLKdTM4jzhBhpMdo2OyZiTESwbunnkawjmlrXMYQLcLA6cFROL0Ja2PK/dtcx7WeB1QaHMeHtIG7tcOAd5xdcnwgQkyb7JfJdm8dKG5s7b6s1zZc1r6X61mIaeiDpM0jLOdEYbGU2aDd4cesjTXrXZPZ6x1eRHpDJMbiK/OW+1ldh8zo5JYt4+EkxPkop3uYTa5aTHpwHcFUfj9OfbS/J6r9xaNJHQmxYYw3eR5rmbMI8kZdlGY65s41zecaKV0dDbQxklzy25nGhDyxr+poJYCePHVTua/FPX8u/Y+st7/AA7AfbS/J6n9xR/DUPQZP0FR+6tDmFHzMlvXecby+tb2W3E68wM6AR23NrvJSXHrdg9mcB03iZGXyG/lZuN+nsV7ivxYT6Sy/wCH1ltcmLw9cn6Gf91ZvwWP+TZ8Rq5xalvbQsB8a8oc5oiB4XsLvuumhactIrrW3Z2LtN8/FxcPLpzSCJo4NA9AU2UdSisdU41DHVQ0Ti7f1DJZWANu20fHMegkZrfmO7L6XeyGUJlHUrbE65tPGZHB7jdrGxsaXSPe42a1o6/mABJsAVhY9soCMQe5j2xYYQ2WW7XMe/KczI9fGDm5LHpLetBsW7HUO5UZKaPyGfFatWl5QYQKkspKyXwNsMk2RsPNZJFvMzszxYNs4HjbKehRpNti+B1ZLQVcNG2MSia8UpcC4AZY2HNlsS7ObAAINhNOzyGfFam4Z5DPitWs4LtzFVlxZR4gyFrJZBUSU7RARGCSBIHEXNjbXjosls9tJBXZxEJGujsSyQNa4g9IsTcX07utZxEzG2E3rExWZ5yyLqdnkM+K1UnMA4AD0LH0e01PPOaaMSFwzjPZu6OQa2Oa5GnUo43jMVLl3gcS/NZrA0nS1ybkaajvTgtvWmPfY+Gb8XKPNdkKGUdSpw1AfG2Rl3Nc0PaBa5uL210v0Kzo8ZilbI7nM3Qu4PADrddgT06edThlZy0rMRM+PgyIYOodwVQxtt4o7grPDq5s7czWvDQbXcGi/XaxKvjwSYmJ1LKl63rFqzuJYHatg8BrdB/y1X0D+QevMS9P7V/8hXfBav8AUPXmBSWQiIoCIiD1xsX7HUHwSi+rsWYWH2L9jqD4JRfV2LMICIiDCy7L0znOcBMzOS4tjnljZmOpIaDYX7EGy9P5dT8qn+1ZpFlx26tc4cc+zDCnZqDyqj5TN9qoO2dg8qo+UTfaq9dC/eOIna1pIcGOnewgbnKRbozOsey1+Ktcjw0gVEZLo3sJdO4kPMYALXcbZgNTqACRxVi9urHucXuwnGz8PlT/ACiX7VN+AofKn/Ty/aqAdMCAKmEhpmNzKLuJMm7zDLws9pI4c0ZeCrOdM9zQ2WEgvzOaHgkMAaQG2bcm+bW/Dz6Xjt1TuMM+zCm/BovKm/TSfatkWMkWTWNpmfFspjpT+MaFyba7EJhjcpgNpIKB7N4ADuWhjp5JQD7YMe4D3z230XWVrMmxsRlxCo3r99iURpy7Kz1JhiEZ3fXcNYdfICxZsByfVrxhgrqp75G0TKx8bpHve45XSFziSbuNrRi+oAdbxlr2zNHUzRUuGVdLuYauWTFKmofLG91RHG5shzRAXjabxC7jc5eA1t0l2y0HgAw1rpGwZWRucMu8c0SB77m1rvs4Ege3NlVxDZ9krppGvdHJLSGgYWi7YmEyEuY3yue39G1BzWi3j8IxGraDvsaqjHCHCxLJqgRtH9eXuC2jlBjMVDTYXSj1SsfT0EYGtomAGRx96GtAPY4rYXbOx2oY26U+HkPZFa+Z7IjHEXH3oc93a7Keg3xW0exfh1U2onq5mwxMyQwQAQuaXD1QmYEk5rDgBoAL9YUsHwWqoqKaGpqmztbC5kLGwMhZExkLhlBGr76au107StFwfD6gQCrpi/OZZKR7WeNZ7Iw23nLyOw5SOzpOEbL0lIyWOBj2ioBErnSyyPdzS3i8m2jjw61dYLhEVHGYoQ4Mc4yHM7MblrWnXqs0LfjycES5M/Z+9tE71r6tJ2cw/wAGxIQXzFjDcjhmdThxt2XcQqWM4hDPVvMznbiNr4mZRc3AIvx8ol3oC3Z+CQ791UM4meC0kO0HqYZoLaGw71Sw7CIaZrmxNNnEElxzHQWGvV9pWc5Y3xeenP6nfh7uNRXcz15eUa5MHsTW5o3Qk6x89v5rjr3O/wASx+O5HTyGIGwA3pHi5swBPmvlHnC2f8ExCV07c7ZHgglrrDVtjpbj0+fVRo8Khia5jW81+jsxuSLWtfq496kZaxabR5sMnYsuTDXDaY5ef/P7VsNdGY2GLSOwyjpHWD23V6eCsaChZCC1maxN7E317FfHgtFtb5PSxRaKVi0RE/DwabtTjDnU1dEyB5AhrWPk1ytDYZml3DraNL8HtPBedl6N2pd/Ba4E39QrbXcP5CTQB0p+Zo9C85LFsEREBERB642L9jqD4JRfV2LMLSeSDH21mHQszDfUgbTSNvqAwWjPmLANetrupbsgIiICIiCDisTX1b2PHOG7ALnNy845Y5XGzr6eK3o6D16ZZytKiIOBa4XDgWnzEWP0qwLXw/Vjct3SZzYO0ytkawvBNrjnNI6wesgG6cVTiga0AADm3I0GhN7kdXE8FUKIoSLJrGSLJpKiIigsMeqnQ008rDZ8ccjmki9iGmxsuY4bWVMwaTMcz3iIZp6/M52aMOccr8otvWno6bdAXVMSoxPFJC4kCVj4y4cRmFrrR6fYmrjGVkkYbdrrtqqmO7mkFri0R2BuAem3WujDasRO3B2vHktaJr4LDDTVTNieHENmMrWkz1x8Rpd/Ka3yvAt5PmVa1STlbIHu3b5iGz1pGUaCx3ntiQB51f8A/CFXe5fGSeJNXUk+2/6fv3fGPWVO/Zar0vIw21F6upNjmDrj1PTUA+cLbx16uLuMmv4z+/Ji3CoAzb0EZc3r1dfNkL8vj8coOvBVcs4l3JlF8ubNvqy2sm7APPvx+YhXZ2YquBey2Xd28KqTzPJ8Txezgpo9mqlpzB7A7UZhU1GaxcXEXydJJPnJTjr1Y2wZPdn7/hbQtndoJAXZGSFu+qrgOAPl8bG/oKg0TO1a+4G5JOeqHrpFvb9AIKvv+H6gWGdtmiwHhM9gOoczQKn+AZhbnMFuFp5uq3kdQA9CcderX6vl9yfv+P34LfBK+QzNYTzXZwRmkcNGkg84m2oWzrEYfhDmSCV7gXC/B73kkttclwHRdZdaM01m3J6fo7Hlx4pjJ15f65IhVTwVIKqeC1O9rO08rvAq4ZAB4PWi+R+vqD9bkAfSvNS9IbUyPNHWi7yPB6zhe1ty/jaL6XdC83qAiIgIiIM3sjtRUYZOKinI4ZZInX3cjL6td9IPEFd+2d5U8Lq2jPMKWW13RTnKAeyTxXDuPYvMyIPYVNjVJIA6OqpntdoCyeFwJ6hY8dD3K637PLZ8Zq89UPLPiccbInspJmsDWXfFI1xaNLepva3hpwV03lklN89DCR0buepjP+IoO+b5nlt+M1N63ym/GC4CeVu970Luy1dPx9LT2qLuViP3DOP/ACBP0woO+Okb5Te8Kg5w6x3hcHPKsz3HP8vb9woHlVb7kn+XM/06DvGYdY7woF46x3hcHPKm33LUfLmfcKH40We5Kj/2AH+Qm5HcZHjym94WVXnuLlLieQ3wKou4ht/wk+wubdEQXoUi2iCCIiAiIgiFgnYpNp6m253elncSwnLe/tjwNtOpyzioSRe+f8ZBhpcTkax7t0S9hN2gON2iNzszQCSfEOgve4AJJVVmKAuc3I/K0hgdbi7n3sOkc1o87gFM6paHPDnSMDOLnOaGnidPQL+b02rDLmybx2exOXOM1ha+nZmb8YdYWSLenxDePyBj22jEjsw4F2UtbcG17E3HmVaRVstuknzm6oyKEKRUFEqCKiFVPBUgqp4INU2pew0dbaNpO4rAXE5iDuH3IsDb0kcV5vXp3a0/wGt+DVf6h68xJIIiKAiIgIiICIiAiIgIiICIiCZjyCCNCCCD2hew8IxBtTBDUMN2Txxyj+c0Gx7QdPQvHS6fyS8o7aAeBVhPgjiXRS2Lty5xuQQNTGTrpwNzrcoPQKKnS1DJWNkieySNwu17HNewjrDhoVUQEREBSPU6kegxVbQ59Wkgl2Y86wPqbmWOh053Dp7FXip2te94veQhzhpa4aG34X4NGl7d5vWKLJEr1byK4erd6iqRUFEqCCIVR3BSBW2L4pBSxGWolZFGL855tfS9mji49gBKDXeUbEm0+H1LiReVjqdgNrl0oLCBfiQ0uP8ANK85rbeULbF2JStEYcylivu2OsHOceL3gaX6ANbDzlakoCIiAiIgIiICIiAiIgIiICIiAiIgyOCYzNSyNfHLOxmZjpGQzyU5e0EEtzM4XGl+i67PS8smGZWtMWJRm4uTIakDQDVz5sxHo7eJXB0Qd/byr4c42FTUMHXJTSEebmSE/MoO5UqLorz8lqh+1cBRB39vKdRn+MYx2Gmrr/MwoeU2k/KMJ/oK/wC6XAETQ76eU2k93wfoK/7lSnlLpfyhAP6Cv+6XBEQd6PKRSn+MoB/22IH/AC1Sl5RaX8pxHzUdefpsuFIg7ozlFovbYj8Wiq/2vVRvKbhbTZ1TVPt0tpiGnzXkBXB0QdrxXlYwqSMhtLiL5Mpa0+EPpNejnRzOPpsfnXGqqqklcXyyPkeeL3vc9x85OqoogIiICIiAiIgIiICIiAiIgIiICIiAiIgIiICIiAiIgIiICIiAiIgIiICIiAiIg//Z


Ele é o produto mais indicado para devolver a você o sorriso dos seus sonhos! Ele é um composto poderoso e eficaz contra dentes amarelados e mostra os resultados em pouco tempo de uso.


Se você observar que seus dentes tenho, você pode tentar recuperar seu tom natural, mas tenha em conta que, às vezes, não há necessidade de recorrer a tratamentos agressivos:



  • As manchas externas podem ser causadas por certas bactérias (cromógenas), pigmentos alimentares (como os taninos), a clorexidina dos colutorios ou o tabaco. Eliminam-Se com uma limpeza dental e a escovação habitual depois de cada refeição. Não representam um verdadeiro problema se mantêm hábitos de higiene.

SAÚDE BUCAL



  • As que penetraram na dentina através de um esmalte poroso ou as que foram gerados dentro do dente são mais difíceis de remover. Neste caso pode-se recorrer a tratamentos de clareamento profissional ou facetas de porcelana branca (cerca de lâminas que o dentista cola sobre o dente).

O branqueamento não serve para todos


No caso de recorrer ao clareamento, deve ter em conta quando não concordam, ou quais são seus “limites”.



  • Você sofre de sensibilidade dentária? Os produtos alvejantes não são recomendados neste caso, já que podem aumentar o desconforto e piorar a situação.

Boca saudável



  • Quando existe alguma outra patologia oral. Está contra-indicado em caso de doença periodontal, cárie ou fratura de um dente, por exemplo. “Há que ter em conta que os agentes clareadores que liberam oxigênio para destruir os pigmentos são agressivos”, adverte o Dr. Oscar Castro.


  • Se você usar um empaste em um dente da frente… O tratamento não atua sobre determinados materiais, e se nota a diferença.

BOCA SAUDÁVEL


Os tratamentos branqueadores profissionais devem ser sempre supervisionadas por um dentista, e o motivo é claro: podem provocar danos.



  • Podem afetar a gengiva e o dente. Não é verdade que, quando jogamos água oxigenada, deixe a pele branca e pode nos causar até coceira? Pois imagine isso em uma gengiva! Pode queimar ou danificar irreversivelmente os dentes. Por isso, é imprescindível recorrer a um especialista de confiança.


  • Às vezes é doloroso.”De acordo com a porosidade do esmalte, se o produto chega a tocar o nervo, a experiência pode ser muito dolorosa. É indispensável o diagnóstico prévio de um profissional”, alerta o Dr. Castro.

monitora com os alvejantes de uso doméstico


Existem produtos que prometem tirar até 8 tons seus dentes. Desconfia. Os dentistas dizem que é impossível!


Saúde bucal



  • Como eles funcionam. O que fazem algumas pastas dentífricas “blanqueadoras” acima de tudo é “polir” com substâncias abrasivas. Podem servir para remover manchas superficiais. Outros vestem temporariamente o dente com partículas de violetas que são fixados ao esmalte e neutralizam o amarelo da dentina, criando uma ilusão de óptica.

  • Têm um poder branqueadora limitado. Os produtos clareadores de uso doméstico levam peróxido de hidrogênio ou de carbamida. Ambos libertam oxigénio, que é o que destrói os pigmentos. Mas como o oxigênio é muito lábil, se evapora ou mistura com a atmosfera, no caso dos dentifrícios.


  • Monitora o produto que você escolher. A legislação permite que se podem vender em farmácias (e só para maiores de 18 anos) produtos cosméticos, dentífricos com até 0,1% de peróxido de hidrogênio ou peróxido de carbamida. Concentrações superiores não são seguras.

  • Os tratamentos branqueadores costumam prescribirse para terminar um tratamento na clínica, mas devem sempre ser usado sob supervisão médica.

Comments closed

o que é e dieta adaptada

O que propriedades tem o sorbitol?

sorbitol

molécula de glicose e de sorbitol

São inúmeras as propriedades com as que conta o açúcar e, por isso, seu uso é muito comum tanto na indústria alimentar, como a farmacêutica ou de cosméticos.

Propriedades Físico-Químicas

Graças à sua natureza polialcohol e sua estrutura química conta com:

  • Estabilidade térmica
  • Estabilidade química frente aos tratamentos térmicos, evitando possíveis alterações
  • Grande resistência contra microorganismos: prolongando a vida útil do alimento

Propriedades Nutricionais

  • Efeito Prebiótico: o sorbitol é absorvido no intestino delgado, mas pode atingir o intestino grosso, sendo utilizado por bactérias da espécie Lactobacillus e Bifidobacterium exercendo um efeito prebiótico. São muitos os estudos de investigação por fazer já que até o momento não há documentação suficiente que garantem esse efeito.
  • Efeito Laxante: pode gerar diarréia. Para que isto não ocorra, recomenda-se não superar a dose de 0,17 e 0,24 g/kg de peso em mulheres e homens respectivamente.
  • Baixo Valor Calórico: sua contribuição é de 2,4 Kcal/g em frente às 4 Kcal/g de sacarose (açúcar comum). Isso se deve a sua baixa digestibilidade. Fornece 60% das calorias por grama, mantendo o seu poder adoçante.
  • No Mínimo, aumento dos níveis de glicose e insulina no sangue: uma vez absorvido, o sorbitol é metabolizada sem necessidade de agir da insulina, que é a porta de entrada do açúcar nas células, o que permite que possa ser adequado para diabéticos.
  • Não causa desmineralização nem cárie dentária: esta característica faz com que se torne um ingrediente perfeito para medicamentos, chicletes ou gomas, entre outros produtos.

Onde você pode encontrar sorbitol?

O sorbitol é um tipo de açúcar que se encontra de forma natural no grupo das frutas, mas em algumas delas, em maior concentração. Se você sofre de intolerância ao sorbitol, o seu consumo será mais ou menos limitado de acordo com o grau de intolerância que existe.

Na tabela abaixo você pode ver o conteúdo em sorbitol de frutas diferentes:

FRUTAS FRESCAS

(g sorbitol por 150 g de ração)

FRUTAS EM CONSERVA

(g sorbitol por 150 g de ração)

FRUTAS SECAS

(g sorbitol por 20 g de ração)

Pera

3,26

Suco de maçã

0,84

Ameixas

1,31

Ameixa

2,12

Fresas de lata

0,05

Floração de pêssego

1,08

Pêssego

1,34

Néctar de groselhas vermelhas

0,04

Floração de damasco

0,92

Damasco

1,23

Sumo de bagas de sabugueiro

0,03

Maçã seca

0,51

Maçã

0,77

Néctar de groselhas pretas

0,03

Tâmaras secas

0,27

Uvas

0,3

Framboesas lata

0,02

Uvas passas

0,17

Morangos

0,05

Framboesas

0,01

Mirtilo

0,01

Se nos referimos a produtos elaborados, nos encontramos com uma ampla gama dentro e fora do âmbito da alimentação que o incluem na sua composição. O uso do sorbitol como aditivo é permitido na União Europeia e pode aparecer como “Sorbitol” (E420i) ou “Xarope de Sorbitol” (E420ii).

Se você sofre de intolerância ao sorbitol é importante que, antes de consumir qualquer produto consultar o rótulo. Pode ser encontrado em:

Produtos Alimentares

  • Geléias, Compotas, produtos de pastelaria e confeitaria, gelados, chocolates revestidos, Produtos light ou produtos “sem açúcar”: o uso do sorbitol destes produtos confere mais estabilidade, melhores características organolépticas, além de não danificar os dentes. Se você está fazendo uma dieta para perder peso ou você consumir produtos “light” olhe atentamente para a sua rotulagem. É fácil que o contenha, já que o sorbitol fornece menos calorias e é mais doce do que outros tipos de açúcares.

Produtos Cosméticos

  • Pastas de dentes: seu uso permite dar maior plasticidade, sabor doce e melhor solubilidade.

Aplicações Farmacêuticas

  • Cremes de uso tópico e Xaropes: antes de usar um creme, é importante que se certifique de que está isenta de sorbitol, pois caso contrário este será absorvido pela pele e passa para a corrente sanguínea, causando os sintomas próprios da intolerância ao sorbitol.

Intolerância ao sorbitol

Uma reação de intolerância é causada por uma substância que não é tóxica e que afecta apenas pessoas suscetíveis. É uma resposta do organismo onde não se vê envolvido o sistema imunológico a diferença de uma alergia no caso em si é bem assim.

Existem dois tipos de intolerância ao sorbitol:

  • Intolerância primária: ocorre por uma deficiência da enzima transportadora do sorbitol, a GLUT5. Acredita-Se que existe um fator genético e que, por isso, vai se desenvolvendo ao longo da vida.
  • Intolerância secundária: não há uma influência genética, mas que ocorre como consequência de uma doença intestinal (gastroenterite, doença inflamatória intestinal, doença celíaca, etc.) que prejudica a borda da escova da mucosa intestinal, de forma transitória ou permanente. As células da mucosa intestinal contam com este borda em forma de escova para ter uma maior superfície de absorção.

Como se pode diagnosticar?

No caso de existirem sintomas ou evidências de sofrer este tipo de intolerância é importante a realização de um diagnóstico claro que o demonstre. Para isso existem dois testes diferentes:

Teste do Hidrogênio Espirado

A incapacidade por parte do organismo para absorver o sorbitol em sua totalidade faz com que seja fermentado pelas bactérias do cólon, produzindo uma grande quantidade de hidrogênio livre. O hidrogénio é o que se mede através do ar espirado e que dá idéia de se existe ou não intolerância ao sorbitol.

Para poder realizar esta prova corretamente você deve seguir algumas orientações prévias como:

  • Jejum mínimo de 8 horas
  • Evitar tomar laxantes ou antibióticos dias antes do teste para que não haja alterações na flora intestinal
  • Não fumar 2 a 3 horas antes da prova, já que o tabaco às vezes dá falsos positivos

Se o resultado final é positivo (Intolerância ao sorbitol) avalia o grau que existe (leve, moderada ou grave) e os sintomas que aparecem para poder determinar a dieta.

Teste de Curva de Glicemia

É uma prova a mais incômoda para o paciente já que antes e após a administração de uma quantidade de sorbitol é necessária a extração de várias amostras de sangue.

Sintomas que pode aparecer

O tempo decorrido entre a ingestão de alimentos com sorbitol e o aparecimento de sintomas é variável, desde 30 minutos até 3-4 horas, já que existem fatores, como o momento em que se consome ou de certas doenças, que influenciam. Entre os sintomas que podem ocorrer dor e distensão abdominal, gases, movimentos e ruídos intestinais, e/ou diarreia. Em alguns casos, também podem ocorrer náuseas, vómitos e dores de cabeça.

Não é frequente uma descida de peso acusada ou situações de desnutrição, mas em crianças com um alto grau de intolerância pode colocar em perigo um correto desenvolvimento e crescimento.

Recomendações nutricionais

  • Antes de modificar a sua dieta, é importante que você faça testes de intolerância, já que a exclusão, por decisão própria de determinados alimentos de sua dieta, pode fazer com que apareçam carências nutricionais.
  • Revise sempre a rotulagem nutricional de um alimento antes de seu consumo e certifique-se de que esteja isento de sorbitol.
  • Se você sofre de uma intolerância ao sorbitol severa, antes de usar produtos cosméticos ou de tomar qualquer medicamento, pergunte ao especialista sobre a composição.
  • Limita as frutas que têm maior conteúdo em sorbitol, pelo menos até que enviem os sintomas
  • Tenha cuidado se consumir habitualmente produtos light, já que é frequente que contêm sorbitol

Se você necessita de um aconselhamento recorrer a uma Nutricionista-Nutricionista. Lhe informa sobre os passos que você deve seguir para uma alimentação correta.

Comments closed

sintomas, tratamento e dieta para a candidíase

Tipos de Candidíase (formas Clínicas)

  1. Cutânea:Grandes e pequenos plieguesUñas: Onixis blastomicéticaGranuloma candidiásico
  2. MucocutáneaMucosa oral: muguet, glossite, queilitisMucosa genital: vaginite e balanitisMucosa digestivo: esofagite, gastrite, enterite e lesões perianalesMucosa bronquialCandidiasis mucocutánea crônica
  3. Candidíase InvasivaCandidemia: Transitória ou persistenteCandidiasis Localizada (em diferentes órgãos)Candidíase Sistêmica ou Disseminada
  4. Alérgica

Diagnóstico e tratamento da candidíase

O diagnóstico de uma infecção por leveduras se realiza através de um exame direto (geralmente pode-se observar presença de aftas, manchas e secreções esbranquiçada), exame microscópico, cultura de urina e outros estudos complementares. O diagnóstico de candidíase intestinal é um dos mais complicados, já que exige a demonstração de invasão da mucosa intestinal por Candida ou o isolamento repetido do microorganismo de lesões ulcerativas. Igualmente, como foi explicado anteriormente, a sua prevalência é baixa.

Causas da recorrência da candidíase

Causas da recorrência da candidíase

O tratamento de primeira linha, em todos os casos são medicamentos anti-fungos. No entanto, às vezes podem-se produzir uma série de complicações quando não responde ao tratamento ou se houver recorrência da infecção devido a:

  • O uso de antibióticos de amplo espectro, que favorecem a proliferação de fungos e diminuição da flora bacteriana protetora.
  • Algumas pessoas desenvolvem resistência aos anti-fungos pela presença de outras espécies de candidas ou por possuir um polimorfismo genético na seqüência para dectina-1, Y238X, que os predispõe a sofrer infecções recorrentes de Candida.
  • Os fungos intestinais podem ser considerados como um reservatório permanente no padecimento de candidíase vaginal recorrente.

Tratamento dietético para a candidasis

Diante destas problemáticas, vários estudos têm demonstrado que o consumo de probióticos pode ser positivo para diminuir a recorrência de infecções, por isso seu uso tanto na forma oral e vaginal (no seu caso) é usado cada vez mais junto ao tratamento medicamentoso (antibióticos e antifúngicos), com o objetivo de evitar a proliferação de fungos e bactérias, e melhorar a recuperação do paciente. As cepas mais utilizadas a nível oral seriam: Lactobacillus acidophillus, Lactobacillus rhamnosum, Bifidobacterium longum, Bifidobacterium bifidum, Saccharomyces boulardi, Saccharomyces thermophilus, entre outros

Os probióticos favorecem o equilíbrio dos agentes biológicos (bactérias e fungos), e estimulam a imunidade. Além disso, há uma série de nutrientes que podem ajudar a melhorar o sistema imunitário , como o Zinco e o Selénio e vitaminas como a a, C e e, substâncias fitoquímicas e os omega 3 que devem ser apresentados dentro de uma dieta saudável, com baixo aporte de açúcares simples e abastecimento adequado de energia e proteínas. Estas recomendações têm respaldo científico, enquanto que aquelas conhecidas como “dietas antifungicas” que propõem a eliminação total de frutas, de leite e de produtos fermentados, não mostraram, até o momento eficácia terapêutica.

Comments closed

Leites ou bebidas vegetais, toda a informação para que possa escolher

Você já fez alguma vez esta questão? Eu apostaria que sim. Com toda a informação que recebemos certeza que você já leu ou ouviu todo o tipo de opiniões. Nem tudo o que nos explicam é válido, então, eu vou colocar um pouco científica para que possa decidir o que consumir, com informações verdadeiras e não a partir de meras especulações. Então, vamos analisá-lo neste vídeo com minha companheira Adriana e no artigo seguinte.

Leite de vaca

Vou começar pela tradicional, o leite de vaca. Vejamos o que nos traz para poder descobrir se as bebidas vegetais podem ser um bom substituto. Para não avasallaros com muitas informações, entre leite integral, semi-desnatado e desnatado escolhi a semi-desnatado como ponto médio para fornecer informações sobre sua composição nutricional. Quando forneça quantidades serão as que providenciou um copo de 200ml de leite.

Dito isto, vamos começar:

Todos sabeis que o leite é rico em cálcio e vitamina D, dois nutrientes que se deve consumir diariamente para manter a saúde dos ossos. Aqui não paramos, o leite também é rico em proteínas de alto valor biológico, ou seja, com uma quantidade elevada de aminoácidos essenciais. É importante ressaltar o alto conteúdo em proteínas, pois a quantidade e qualidade de um alimento líquido é um valor importante na hora de medir a qualidade nutricional do produto.

Talvez até o momento não tenha lido nada de novo, então vamos aprofundar um pouco mais. Vamos falar de micronutrientes! Um copo de leite semidesnatado fornece 26% da IDR (ingestão diária recomendada) de fósforo, este é o segundo mineral mais abundante no nosso corpo, e a sua principal função está focada na formação de ossos e dentes, além de ser necessário para que o corpo produza proteínas para o crescimento, conservação e reparação de células e tecidos.

Em quantidades menores, mas não negligenciáveis encontraremos potássio, importante para o desenvolvimento, crescimento e contração muscular e a decomposição e a utilização de carboidratos, além do equilíbrio ácido-básico. Destacam-se também dois poderosos antioxidantes: o zinco e o selénio.

Já se vê que o leite é mais do que cálcio e vitamina D!

Se por algum motivo não pode ou não quer comer, no mercado há uma grande variedade de bebidas vegetais com o objetivo de substituí-la. Digo bebidas, pois a legislação define o leite como a secreção mamária normal de animais leiteiros obtidas através de um ou mais ordenhas.

Uma vez deixado isso claro, como essas bebidas substituem o leite? sua qualidade nutricional é equivalente? De todas elas, discutiremos as mais consumidas: a bebida de aveia, soja, arroz e amêndoas.

Bebidas vegetais, como são todas iguais?

Para analisá-los já andei por vários supermercados investigando como Sherlock Holmes e tenho analisado as várias marcas de bebidas que temos disponíveis como Alpro, Calcimel, Diet, Erosky, Gerble, Santiveri, Vive Sou e YoSoy , para poder ter uma média da composição nutricional de cada produto. Se você quiser fazer o mesmo que estabelecer a tabela de composição nutricional: quantidade de calorias, de carboidratos e açúcares, proteínas, gorduras, cálcio e vitamina D. Além disso, é importante que você olhe os ingredientes. Em minha pesquisa, vi que o produto costuma conter entre 12 e 14% de amêndoas, aveia, arroz… o resto é água, açúcar, emulgentes, estabilizantes e, em vários casos, óleo de girassol , entre outros ingredientes. Você também deve estabelecer em ordem, já que estes estão ordenados de maior a menor quantidade, isso vai lhe dar muitas pistas sobre a sua qualidade. Você pode descartar rapidamente aqueles que têm o açúcar antes que a base do produto (arroz, soja…).

Algo fundamental que se deve garantir é se estão ou não, enriquecidas com cálcio. Tenha bem presente que nenhuma delas o contém de forma natural, por isso, se você está procurado um substituto do leite tens de ter a certeza de que está enriquecida com um mínimo de 120 mg de cálcio por cada 100ml e que seja citrato de cálcio. E se, além disso, são ricos em vitamina D fenomenal. Felizmente, há cada vez mais marcas que enriquecem tanto em cálcio, como a vitamina D, por exemplo, alpro, Vive Sou ou Santivery.

Além do gosto pessoal, das principais razões para o crescimento do setor de bebidas vegetais é a presença maior de intolerantes a lactose e o crescimento das dietas vegetarianas.

Dito isso, vamos valorizar um pouco mais detalhadamente cada tipo. Lembre-se que indico em rações de um copo de 200ml.

Composição nutricional por copo de 200 ml

Se analisarmos as diversas bebidas de aveia vemos que a energia que trazem é praticamente igual à do leite semi-desnatado, mas quanto aos macronutrientes , a distribuição é diferente. Quanto às gorduras e hidratos de carbono não é especialmente notável, contém poquita gordura e em torno de cerca de 10-12g de açúcar, semelhante ao leite, mas em relação às proteínas é mais pobre, só nos dá cerca de 2-3g por copo por isso que podemos dizer que a qualidade nutricional deste produto não é especialmente notável.

Quanto aos micronutrientes, como o percentual de aveia é baixo, não podemos atribuir as propriedades deste cereal para a bebida, o que será um produto que não destacado em relação aos micronutrientes. Eu tenho reparado que os embalados, a forma de publicidade destaca-se o seu conteúdo em fibra. Não se pode considerar um alimento rico em fibras, neste caso, deve conter, no mínimo 3g por cada 100g de produto e isso não é assim, já que a quantidade rodada entre 0,4 e 0,8 g a mais.

Bebidas de arroz

Vamos falar de a bebida de arroz. Esta é de todas a que tem um teor mais baixo em gorduras e proteínas, menos de 1g de proteína por vaso. Em contrapartida, a grande maioria, que proporcionam uma grande quantidade de açúcar, chegando a 20g de açúcar por copo, praticamente a mesma que nos traz um copo de coca-cola, o que te parece? Eu, quando comparada entre a bebida de arroz de alpro, Vive Sou, Yosoy e Diet e a única que contém menos de 5% de açúcares é a marca Yosoy.

Logicamente, ao ter essa quantidade de açúcar não são recomendadas, como o consumo diário, mas você pode aproveitá-las para fazer batidos de recuperação pós-treino. Com 400ml teria cerca de 40g de açúcar, ao que se adiciona proteína terá a quantidade necessária para recuperar depois de um exercício de longa duração.

Vale acrescentar que nem tudo é negativo, a bebida de arroz é útil para pessoas com múltiplos intolerâncias ou alergias alimentares, já que é digerido facilmente e há muito menos pessoas alérgicas ao arroz ao leite, amêndoas, soja ou aveia.

Bebidas de amêndoas

A bebida de amêndoas tem uma composição semelhante, o conteúdo de proteína é muito baixo, entre 1 e máximo de 2g por copo, em quantidades similares de gordura do leite semi-desnatado e, em geral, quantidades elevadas de açúcar, cerca de 16g por vaso. Mas quero ressaltar que algumas marcas como a Alpro melhoraram esta quantidade e contêm menos açúcar. Além disso, neste caso, é rica em cálcio e vitamina D, com o que seria semelhante a leite com as diferenças antes destacadas: quantidade muito baixa de proteínas e micronutrientes.

Bebidas de soja

Eu quis deixar para o final da bebida de soja, porque na minha opinião, é a mais interessante, que temos analisado. Esta pode ser comparável a nível de proteína com leite, com uma quantidade quase igual. Ao serem produtos diferentes, o tipo de proteína não é o mesmo, mas las duas são de boa qualidade. A quantidade de gorduras é semelhante, embora, no caso da soja com maior quantidade de gorduras insaturadas, algo positivo a destacar. Os valores de açúcares não diferem dos de leite (embora isso varie de acordo com a marca, então, veja).

Analisados os macronutrientes passamos para o pequeno, que já sabe que estes também dão valor a um alimento.

Como outras bebidas de vegetais para que o conteúdo de cálcio e a vitamina D seja relevante devem ser enriquecidos, que nem todas o são, temos o exemplo de YoSoy 100% vegetal.

Quero destacar algo especial e característico das bebidas de soja: as isoflavonas. De certeza que te parece esta palavra, talvez não sabe exatamente o que são ou para que servem, mas alguma coisa você já deve ter ouvido.

As isoflavonas são substâncias vegetais secundárias, que podem agir como um estrogênio no corpo e, em certas situações oferecer benefícios, mas com um poder menor que o de estrogênio. Em recentes estudos realizados demonstrou-se que com o consumo de 50mg destas durante 12 semanas, alguns dos sintomas da perimenopausa como ondas de calor, capacidade de concentração, humor…podem melhorar. Para chegar a esta dose deverá consumir cerca de um litro diário de bebida de soja… Em alguns casos, como a bebida de soja de YoSoy está indicada a quantidade de isoflavonas que contém, mas não é o habitual. Se você quer obter esta dose pode consumir esta quantidade de bebida ou você também pode pensar em fazer uma suplementação com isoflavonas, consulte um profissional para que você as melhores indicações.

Conclusões sobre o leite e as bebidas vegetais

Aqui termino a análise dos diferentes produtos, com esta informação já sabe o que você tem de olhar e o que você tem de basear a sua opinião na hora de escolher. Mas para não deixar nada no ar, eu quero fazer um pequeno resumo daquilo que se deve ter presente:

  • Cálcio e vitamina D: pessoas adultas necessitam de um mínimo de 800mg de cálcio por dia e 5mcg de vitamina D. Se dissermos que você é corredora deve prestar especial atenção aos nutrientes e garantir que colocar uma ingestão correta, já que além de serem fundamentais para os teus ossos também intervêm na contração muscular.
  • As proteínas: as necessita, a cada dia, pois o corpo se regenera diariamente; se somarmos o exercício, as proteínas são essenciais para a melhor recuperação do tecido muscular danificado. Leite e da bebida de soja podem ajudar a atender a essas necessidades.
  • Micronutrientes e substâncias especiais: temos visto claramente que o leite tem certos micronutrientes interessantes para os nossos ossos e músculos, como o fósforo e o potássio, além de antioxidantes, como o selênio e o zinco. Também são interessantes as isoflavonas que contém a soja como ajuda em certas fases da vida.
  • Digestão: se você é intolerante à lactose, as bebidas vegetais são de grande ajuda, já que não a contêm. Além disso, têm um baixo teor de gordura e proteína tendem a facilitar a digestão. Quero acrescentar que, se você não tem intolerância à lactose não é necessário substituir o leite, já que o corpo está preparado para digerir a lactose que consome.
  • Açúcar: leia o rótulo, confira a tabela de composição e procura que não contenha mais de 5g de açúcares simples, por cada 100ml, se o conteúdo for maior descártala como bebida de consumo diário.
  • Gorduras: as bebidas vegetais contêm pouca quantidade de gordura, e estas geralmente se destacar a gordura insaturada benéfica para a saúde, isso é um ponto positivo, mas não exageradamente destaque para o baixo conteúdo.

Dito isto, agora você tem informações para poder decidir o que quer consumir. Pense no que você está buscando, quais as necessidades que você tem, o que lhe interessa e o que não.

Comments closed

Mais informações sobre Alimmenta

Em Alimmenta só há uma coisa que nos preocupa: melhorar a sua saúde através de uma alimentação saudável e natural. Colocamos todos os nossos recursos e conhecimentos para conseguir esse objetivo.

Quem somos

Alimmenta é formada apenas por profissionais da área da dietética e da nutrição, pessoas ligadas à alimentação saudável desde há muitos anos. Nossa equipe multidisciplinar (nutricionistas-nutricionistas, tecnólogos de alimmentos, psicólogos, coaches, treinadores pessoais) permite-nos abordar os fatores fisiológicos, culturais e psicológicos da alimentação para oferecer um serviço integral que permite melhorar o bem-estar de nossos clientes e da sociedade em seu conjunto. Conheça nossa equipe.

Em que somos diferentes

Há algumas coisas que fazem de Alimmenta uma empresa diferente.

Somos jovens

Jnutricionista alimentaaóvenes em muitos sentidos.

  • Nossa empresa foi criada em 2.011 por profissionais com uma idade média de 35 anos e mais de 10 de experiência no sector da dietética e da alimentação.
  • Utilizamos as mais recentes tecnologias para alcançar os melhores resultados.
  • Colaboramos em numerosas investigações de prestigiosos organismos e laboratórios, estando na vanguarda do que a ciência pode fazer por nossa alimentação e nossa saúde.
  • E ainda temos vontade de mudar o mundo.

Multidisciplinar

Contamos com Licenciados em Dietética e Nutrição, pós-Graduados em Tecnologia de Alimentos, Psicólogos Clínicos e Treinadores Pessoais; contamos com colaboradores, médicos, engenheiros de processos de indústrias, designers, publicitários…

Social

alimmenta empresa socialConversamos com as pessoas e para os nossos clientes através de todos os canais:

  • Estamos presentes de forma ativa nas redes sociais.
  • Todos os nossos clientes podem entrar em contato com a gente 24 horas por dia através do e-mail.
  • Informamos as últimas notícias sobre vida saudável e de como levar uma alimentação cuidada.
  • Nossos nutricionistas nutricionistas participam em acções de comunicação de hábitos saudáveis.

Não vendemos produtos

Todos nós sabemos que não há nenhum produto mágico que nos ajude a perder peso. Além disso, conhecemos os benefícios de uma dieta equilibrada. E, no entanto, o mercado de venda de produtos dietéticos supera os 2.000 milhões de euros só em Espanha.

Nós não entramos no jogo da venda cada primavera de produtos para emagrecer. Ensinamos nossos clientes a comer de forma saudável e equilibrada para que eles mesmos sejam capazes de regular o seu peso.

Comments closed

Diferenças alimentares entre mulheres e homens atletas

Neste mês de Junho, Vanessa Rus e Sara Martinez, nutricionistas-nutricionistas esportivos, publicou um artigo no último número da revista Sport Life sobre as diferenças que há na alimentação de mulheres e homens atletas.

Embora a base da alimentação em ambos os casos é semelhante, as pequenas diferenças existentes aumentam ao praticar esporte e exigir uma maior energia e outros nutrientes específicos.


Nutrição e desempenho esportivo


A nutrição é um fator determinante do sucesso no desempenho desportivo. Assim, existem dois pontos-chave para a alimentação de todo atleta: cobrir suas necessidades energéticas e planejamento para as diversas refeições ao longo do dia, tendo em conta, também, os horários de treino.


As necessidades energéticas não dependem apenas do sexo do atleta, desde que há mais fatores que entram em jogo: o peso, o tamanho, a idade, o índice metabólico ou taxa metabólica basal, bem como o tipo, a freqüência, a intensidade e duração do treino ou prática esportiva.


É importante ter em conta que os atletas de elite que realizem treinamentos de longa duração, como, por exemplo, fazer vários exercícios em um mesmo dia, o gasto calórico pode chegar a atingir entre 150 a 200 kcal/kg (chegando a ultrapassar os 45 kcal/kg de peso corporal ao dia recomendadas), ou seja, cerca de 7.500 a 10.000 kcal em algumas competições.

Como é de se esperar, o ritmo acelerado do dia-a-dia, compromete-se o consumo de alimentos em intervalos regulares. Isto leva a que muitas vezes a ingestão que realizam os atletas é inferior ao que deveriam, e muitas vezes não se traduz em uma diminuição do peso corporal. Isto se deve a que o corpo, ao receber uma ingestão menor do que a necessária, reduz seu gasto calórico em repouso, com o fim de manter o seu peso. No entanto, não significa que esteja recebendo as calorias necessárias.


Além disso, de acordo com vários estudos realizados com atletas tem-se observado que depois de um esforço físico ou treinamento, muitas vezes, a fome diminui. Por isso, é importante ter em conta que, na ocasião, para uma nutrição ideal, você deve comer sem ter aquela sensação de fome.

Especificamente, um estudo realizado com atletas femininas (Souza e Cols, 2004), mostrou uma longa trajetória de ingestão deficitária em hidratos de carbono e energia. Esta situação põe em perigo o sistema imunológico e a capacidade reprodutiva, entre outras implicações, tal como se explica mais adiante a tríade do atleta.


Principais Nutrientes como fonte de energia


O tipo e intensidade de exercício físico realizado determinará os requisitos dos diferentes macronutrientes (carboidratos, gorduras e proteínas), em função das vias metabólicas utilizadas durante o exercício.


Não obstante, com base no percentual de energia aportado por cada um dos diferentes macronutrientes, são os hidratos de carbono os principais, seguidos de gordura e, por último, as proteínas.



  • Hidratos de carbono devem ser a principal fonte de energia para o atleta, representando em torno de 50-60% do aporte energético total. As principais fontes são: cereais (arroz, quinoa, aveia…) e seus derivados, a batata, o pão e as frutas. Em função do desporto praticado os requerimentos serão maiores ou menores. Por exemplo: em planos de exercício moderado em que a duração seja de 1 h por dia, aproximadamente, a dieta deve fornecer entre 5 e 7 g/kg peso corporal/dia, enquanto que em esportes de resistência aeróbica, em que os treinos representem entre 1h e 3h a uma intensidade moderada-alta, a contribuição deve aumentar até 7-12g/kg peso corporal/dia. Enquanto que no caso de praticar exercícios extremos de moderada – alta intensidade e longa duração (>4-5h), como por exemplo, a Titan Desert a contribuição varia ao 10-12 g/kg peso/dia.

  • Gorduras: deverão levar em torno de 25-30% do aporte calórico total. É recomendável priorizar as gorduras monoinsaturadas e poli-insaturadas, pelo seu poder anti-inflamatório e de prevenção cardiovascular. Estas são encontrados principalmente em peixes gordos, óleo de oliva, abacate, sementes de abóbora, girassol ou de linho, e os frutos secos como as nozes. Tanto em homens como em mulheres, deve-se garantir um aporte mínimo de gordura para um bom funcionamento metabólico e hormonal.

  • Proteínas: é imprescindível que sejam de alto valor biológico para garantir uma boa recuperação muscular. As proteínas devem fornecer em torno de 10 a 25% do aporte energético total diário. As fontes principais são: os ovos, a carne, o peixe, o leite e seus derivados. Também são fontes ricas em proteínas, alimentos de origem vegetal como as leguminosas, frutos secos e derivados da soja como o tempeh, tofu ou soja texturizada.

Os fatores que influenciam as necessidades protéicas dos atletas são a idade, o sexo, a massa magra, o nível de condicionamento físico, a rotina e a fase de treinamento. Assim, as necessidades proteicas dos homens tendem a ser superiores às das mulheres devido a apresentar maior percentual de massa muscular.


Em referência ao tipo de exercício, para os atletas de resistência, recomenda-se entre 1,2 a 1,4 g/Kg peso corporal/dia, enquanto que para os treinos de potência aumentam as necessidades de 1,2-1,7 g/kg peso corporal/dia. Podendo aumentar até 2g/kg peso corporal/dia.


O que acontece com a regra?


Outra das situações fisiológicas que têm as mulheres, diferentemente dos homens, é o ciclo menstrual. A menstruação não é uma contra-indicação para a hora de praticar esporte, mas sim deveis ter em conta que ao longo do ciclo menstrual das mulheres sofrem mudanças hormonais, que afetam o desempenho esportivo. Portanto, depende da fase hormonal que estejais, a forma de treinar e alimentarte, bem como os resultados serão diferentes.


A Fase Folicular compreende des do dia 1 ao 14 após a menstruação. Nesta fase ocorre: uma maior sensibilidade à insulina (com o qual se procedem melhor os hidratos de carbono) e uma maior utilização de glicogênio para obter energia. Além disso, o metabolismo cai. Ao utilizar mais glicogênio (para a obtenção da energia de que precisamos na prática de esporte), e, menos gordura, será imprescindível a ingestão de carboidratos suficientes.


A Fase denominada terapia de reposição hormonal (ovulação), vai des do dia 14 ao 28 após a menstruação. Nesta fase, em contrapartida, ocorre um leve aumento no metabolismo, se perde a sensibilidade à insulina e aumenta o uso de gordura para fornecer energia ao corpo.


Nos dias de menstruação, aumenta a nossa Frequência Cardíaca, Temperatura corporal e a pressão arterial. A perda de sangue e conseqüente perda de hemoglobina, que provoca uma diminuição da capacidade do corpo na hora de transportar oxigênio para os músculos.


Portanto, diminuem as possibilidades de trabalho do organismo, bem que nesses dias é recomendável não realizar exercícios que nos levem a elevados consumos de oxigênio.


Além disso, você pode sentir maior fadiga e irritabilidade. Por tudo isso, esta será a semana de realizar uma atividade mais suave, dependendo sempre do caso particular de cada uma e suas limitações. É conveniente não deixar o exercício, já que este produz a libertação de determinadas endorfinas que nos ajudarão a reduzir as dores causadas pela menstruação, bem como a manter um bom humor e gasto calórico.


Nos dias anteriores à menstruação, no final da fase lútea, aumentam os desejos. Isso ocorre porque caem os níveis de estrogênio e progesterona. Se você passa, não pense que você é um caso isolado, acontece à maioria. Para estes momentos, tentar não sucumbir à tentação.


Você pode comer frutas (as que são mais doces são uma boa opção) ou biscotes com algum alimento proteico (peru, presunto cozido, nozes, queijo fresco…), isso lhe dará a sensação de saciedade. Não se pular nenhuma refeição, tenta comer a cada 3 horas, assim não dá tempo para que apareça a fome.


Em momentos em que precisar acalmar a ansiedade com um alimento mais doce, pode optar pelo chocolate com um percentual elevado de cacau, já que-te-á uma maior quantidade de antioxidantes em comparação ao resto de variedades.


Necessidades nutricionais especiais em mulheres atletas


As mulheres têm necessidades diferentes dos homens também o que há a de acordo com o que a vitamina e mineral. Hoje, falaremos de três deles: o Ferro, o Cálcio e o Ácido Fólico.


O ferro


O ferro é um dos elementos mais abundantes no corpo e é essencial para a realização de diversas funções biológicas.


O ferro desempenha um papel fundamental no transporte de oxigênio, já que é necessário para a formação da hemoglobina, a proteína de transporte de oxigênio, que é crítica para a capacidade aeróbica. Também é necessário para a função ótima de muitas enzimas oxidativas que afetam o metabolismo intracelular.


Existem evidências que sugerem que o exercício afeta os níveis de ferro e vice-versa, um baixo nível de ferro pode afetar negativamente o desempenho físico.


As mulheres de 19 a 50 anos de idade têm uma quantidade diária recomendada de ferro de 18 mg/dia. Na mulher atleta estas recomendações podem aumentar a 30 mg/dia, devido às perdas do mineral através da transpiração, as micro lesões que geram o exercício físico e a eliminação de sangue a nível intestinal (especialmente em mulheres que praticam esportes de fundo).


Quais são as fontes alimentares de ferro?


De origem animal: carne vermelha (vaca, cavalo ou boi), gema de ovo, frutos do mar, aves e produtos de miudezas (rim, fígado…).


De origem vegetal: cereais integrais, os legumes, as verduras de folha verde-escura (grelos, couve, folhas de beterraba, espinafre…), os frutos secos, fruta seca, as sementes (especialmente as de abóbora) e os produtos fortificados como alguns cereais de pequeno-almoço ou algumas bebidas vegetais. O ferro animal, é absorvido muito mais que o ferro vegetal.


As dietas vegetarianas mal planejadas, o esporte de fundo, e a menstruação, são fatores de risco das mulheres para desenvolver uma deficiência de ferro (anemia ferropénica), por isso, se você está em um ou mais destes grupos, toma consciência do ferro que consome.


O cálcio


O cálcio é o mineral mais abundante do organismo. Aproximadamente 1% do cálcio corporal será utilizado na contração muscular, enquanto que 99% se encontra em nossos ossos e dentes.


Ou seja, o cálcio é um dos principais minerais responsáveis por manter a densidade do osso. Na idade adulta começa a perder-se a força dos ossos, processo que se acelera a mulher ao reduzir os níveis de estrogênio (hormônio que participa no metabolismo ósseo).


Os atletas com grandes cargas de treinamento e irregularidades menstruais (se traduzem em baixos níveis de estrogénio) devem prestar uma atenção especial ao aporte de cálcio., já que o desgaste dos ossos pode causar o chamado “fraturas de estresse”.


Os requerimentos de cálcio em adultos são de 800-1000 mg/dia, podendo aumentar em até 1.500 mg/dia em mulheres atletas, já que a atividade física aumenta a massa óssea e o conteúdo mineral.


Por tudo isso, a sua alimentação deve conter alimentos ricos em Cálcio, tais como: laticínios (leite, queijo, iogurte), bebidas vegetais ricas em Cálcio, marisco, peixe, nozes, sementes, legumes, cereais integrais enriquecidos, alguns legumes (brócolis, repolho, couve, folhas de repolho, alho-porro).

Nota! Não se esqueça de vitamina D, já que esta vitamina lipossolúvel ajuda a fixar o cálcio nos ossos. Suas fontes alimentares são: o peixe, os ovos, laticínios integrais, bebidas vegetais enriquecidos com manteiga. Mas, acima de tudo, garante uma correta exposição ao sol sem proteção solar, de 20 minutos, no mínimo, 3 vezes por semana.

O Ácido Fólico


O Ácido Fólico (vitamina B9) é um nutriente essencial para o organismo, especialmente por ser usado no corpo para: colaborar na regeneração muscular (criação de células vermelhas do sangue) em produzir e manter a estrutura do DNA, e também para prevenir o aparecimento de doenças como a anemia.


Em atletas, o ácido fólico tem um papel muito importante para reparar e fazer crescer as células musculares, resultando em um componente importante para alcançar um ótimo desempenho esportivo. Além disso, pode atuar como um potente agente antioxidante e combate os danos causados pelos radicais livres que são gerados no corpo de um atleta.


A quantidade diária recomendada de ácido fólico é de 200 mcg, sendo para os atletas, uma dose que pode oscilar entre os 800 e 1200 mg ao dia. O ácido fólico não pode ser sintetizado no corpo, para que a sua obtenção deve ser realizada através de fontes dietéticas. Quais são essas fontes?


Os legumes de folha verde, legumes, nozes, sementes de girassol, abacate, cereais fortificados, gema de ovo, peixe branco e azul, peixe, marisco e produtos de miudezas.


IMPORTANTE! Embora os requerimentos de alguns minerais e vitaminas estão aumentados em mulheres atletas, ao ter recebido também as necessidades energéticas, isso facilita cobrir os requerimentos.


Ou seja, ao comer mais, já conterá, também, mais macro e micronutrientes, desde que seja uma ingestão bem planejada.


Como evitar a tríade da atleta?


Algumas meninas que fazem esporte ou exercício físico de forma intensa, estão expostos a sofrer de um distúrbio conhecido como “tríade da atleta” (também conhecido como “tríade da atleta”).


Esta situação afeta as mulheres e é uma combinação dos três seguintes doenças: doenças do comportamento alimentar, amenorréia e osteoporose.


Um atleta pode ter um, dois ou os três componentes da tríade. Sem tratamento, e de acordo com que idade acontece, as consequências podem ser muito graves e irreversíveis, como a perda de força dos ossos, danos em órgãos devido à falta de nutrientes, perda excessiva de peso, ausência ou irregularidade na menstruação, fadiga, fraturas por estresse…


Para evitar este problema, é muito importante ingerir a quantidade suficiente de calorias para fazer frente às demandas de energia que envolve a prática esportiva que executam. Seguir uma dieta equilibrada, ter hábitos alimentares saudáveis e fazer exercício de forma moderada, são essenciais.


Lembre-se que uma alimentação adequada permite otimizar o rendimento físico e contribui para melhorar os resultados desportivos. Nunca fazer uma dieta muito restritiva pode se beneficiar, uma baixa disponibilidade energética influencia negativamente na saúde óssea de atletas, quer directamente, quer por um desequilíbrio hormonal em situação de amenorréia.

Comments closed